Anúncios

inteligencia

A inteligência sem amor, te faz perverso
A justiça sem amor, te faz implacável
A diplomacia sem amor, te faz hipócrita
O êxito sem amor, te faz arrogante
A riqueza sem amor, te faz avaro
A docilidade sem amor te faz servil
A pobreza sem amor, te faz orgulhoso
A beleza sem amor, te faz ridículo
A autoridade sem amor, te faz tirano
O trabalho sem amor, te faz escravo
A simplicidade sem amor, te deprecia
A oração sem amor, te faz introvertido
A lei sem amor, te escraviza
A política sem amor, te deixa egoísta
A fé sem amor te deixa fanático
A cruz sem amor se converte em tortura
A vida sem amor…não tem sentido

Anúncios

frase para face

“Queria saber amar-te como aos vinte anos se ama a escuridão iluminada dos corpos e das almas essa névoa

soberana e feliz(…)”

” Porque não um dia dos amantes? Já existe o Dia dos namorados e hoje em dia a diferença entre namorado e amante tornou-se um pouco vaga”

“Ma haverá amar, digno desse nome,que não seja perdição?”

“Pergunta a quem te viu se esquecer puder,Um só momento, a luz dos olhos teu! Ao mártir, se lhe lembra sua crença! Ao crente, se lhe lembra ainda o seu Deus!”

” Quero-te, como se fosse  a presa indiferente, a mais obscura das amantes. Quero o teu rosto de brancos cansaços,as tuas mãos que hesitam, cada uma das palavras que sem querer me deste(…)”

“Rastejando, entre cacos, me aproximo. Não quero, mas preciso tocar pele de mulher, avaliar  o frio,ver a cor,ver o silêncio, conhecer uma nova amiga e nela  me derramar.”

“Leu a linguagem das estrela, das cores  e do mar. E agora o filho dele estava mesmo à sua frente e falava. Entendiam-se com palavras, com as pausas do diálogo em com silêncio”

“Mas amor, meu amor, porque foi que vimos a nos abandonar um ao outro: como é que eu e tu deixámos que entre nós se interpusesse esta aparência de abandono?”

“Com ele , sim, quer atravessa sem desfalecimentos as serras e os desertos que lhe caibam”

“Amo-te com a infinita, extasiada piedade da paixão, amo -te quando suas no teu sono e eu bebo cada gota de ti percorrendo-te poro a por com a avidez da língua”

“Enquanto somos novos, vivemos habitados pela graça, que é uma espécie de projeção histérica de nós próprio.”

 

 

neste natal

poema-de-natal-1

Que neste Natal,
eu possa lembrar dos que vivem em guerra,
e fazer por eles uma prece de paz.

Que eu possa lembrar dos que odeiam,
e fazer por eles uma prece de amor.

Que eu possa perdoar a todos que me magoaram,
e fazer por eles uma prece de perdão.

Que eu lembre dos desesperados,
e faça por eles uma prece de esperança.

Que eu esqueça as tristezas do ano que termina,
e faça uma prece de alegria.

Que eu possa acreditar que o mundo ainda pode ser melhor,
e faça por ele uma prece de fé.

Obrigada Senhor
Por ter alimento,
quando tantos passam o ano com fome.

Por ter saúde,
quando tantos sofrem neste momento.

Por ter um lar,
quando tantos dormem nas ruas.

Por ser feliz,
quando tantos choram na solidão.

Por ter amor,
quantos tantos vivem no ódio.

Pela minha paz,
quando tantos vivem o horror da guerra.

Meu-postador
%d blogueiros gostam disto: