Anúncios

frase humor

“Não leve a vida tão a sério, afinal, você não vai sair vivo dela mesmo.”
“Solteiro é um sujeito que chega toda manhã ao trabalho vindo de uma direção diferente.”
“Se não andasse de ônibus nos horários de pico, a minha vida sexual seria zero.”
“Do nascimento aos 18 anos, uma garota precisa de bons pais; dos 18 aos 35, precisa de uma boa aparência; dos 35 aos 55, de uma boa personalidade; dos 55 em diante, precisa de dinheiro.”

 

“A mulher que diz a sua idade ou é muito nova para ter alguma coisa a perder, ou é muito velha para ter alguma coisa a ganhar.”

 

“É tolice arrancar os cabelos por estar sofrendo, como se a dor diminuísse com a calvície.”
Cícero

“Os homens que se dão melhor com as mulheres são os que sabem se dar bem sem elas.”

“Não almoçei pensando em você, não jantei pensando em você , agora não consigo dormir, porque estou com fome.”

“Coceira na mão de pobre é sarna, na mão de rico é dinheiro.”

“Porque os homens preferem mulheres inteligentes? Porque os opostos se atraem…”

“Só não crio juízo porque não sei o que ele come!”

“Mulher é que nem pipoca: a gente come mas nunca se satisfaz.”

“O que adianta ser rico,usar roupa de marca se o melhor da vida se faz estando nu.”

“Se ferradura desse sorte, o burro não puxava carroça.”

 

“Mulher feia e tractor só servem para o trabalho, pois ninguém sai a passear com eles.”

“Mulher é que nem circo, debaixo do pano é que está o espectáculo.”

“Se um dia sentir um enorme vazio dentro de você…
vá comer, que é fome.”

“Se você está se sentindo sozinho, abandonado, achando que ninguém liga para você… atrase um pagamento.”

“Estudos comprovam que a posição sexual que os casais mais usam é a de
cachorrinho : o marido senta e implora…a mulher rola e finge de morta.”

Anúncios

humor 4

O babaca

O sujeito viajava pelo interior de Minas e passava por uma estradinha de terra para chegar a um pequeno arraial meio perdido no cerrado lá pelos cafundós onde o Judas perdeu as botas. De repente lá pelas tantas, quase anoitecendo, seu carro estraga. Por sorte, não muito distante dali havia uma pequena cabana feita de pau a pique e barro batido de um caipira daquelas paragens. Como chovia muito o recurso foi pedir ajuda ao matuto que muito prontamente lhe atendeu.

O sujeito lhe ofereceu uma pinga para tirar a friagem do peito e um pedaço de mandioca cozida com torresmo de panela, pois não tinha mais nada para comer na casa.

Com aquela chuvinha fininha caindo, lamparina de querosene acesa num canto, umas goteirinhas aqui e acolá que vazavam água da chuva pelo teto de sapé, a escuridão foi chegando. De repente um vaca empurrou a janela, arrebentando a tramela e botou a cabeça para dentro de casa. O caipira que fumava seu cigarrinho de palha, sentado no banquinho do outro lado jogou a botina na cabeça dela e gritou com ela:

– Sai pra lá, Chimbica!!!

A vaca foi embora o visitante teve que fechar a janela porque “o da roça” nem se mexeu. Daí há pouco a porta se abriu num estalido e entrou um cabritinha berrando e toda molhada perto do seu dono que deu-lhe um tapa no focinho gritando:

– Sai daqui, Chiquita!!!

Enquanto a porta ainda estava aberta entrou uma cachorrinha toda molhadinha, coitada. O capiau falou bravo com ela:

– Vai pro seu canto, Ninica, e vê se fica quieta que nóis já vai dormir!

Aí do doono do casebre virou-se para o viajante e falou

– Óia, moço. Aqui só tem uma cama no meu quatinho e tem um colchão de paia sobrano que o senhô pode botar aqui por perto do fogão. Mas, ta goterando muito por aqui. Se o senhô preferi pode dormi lá no paiol com a Bibica por cima das paias, que lá num gotera não.

O viajante pensou bem e decidiu ficar por ali mesmo. Essa tal de Bibica deve ser uma porca ou então uma outra vaca, pensou ele. E, então falou para o seu anfitrião:

– Fico por aqui mesmo se o amigo não se importar. Ta mais quentinho. Se não lhe incomodar?

– Incômodo nenhum, moço. Ocê é qui sabe! Eu acho que a Bibica é qui ia gostá muito, mais se ocê num que, num queira.

E todos foram dormir enquanto a chuva caia fina lá fora, até quase o dia raia. No dia seguinte antes do sol nascer o viajante acordou com uma voz feminina do seu lado lhe chamando

– Ô moço, ô moço,… acorda sô moço. Acorda pro sinhô toma café com gente.

Foi aí que ele abriu os olhos e viu um belíssima garota ajoelhada do seu lado lhe tocando com um toque todo carinhoso. Ele se assustou um pouco e perguntou.

– Quem é você?

– Eu sou a Bibica, trabaio aqui com o seu Quim. E você quem é

– Eu sou o Babaca!

PROCURA-SE

PROCURA-SE UM ALGUÉM PARA AMAR

Alguém com um sorriso de criança, mas com um olhar furtivo de uma fera indomável.

Alguém que embriague meus desejos e sobria os meus pensamentos, apenas com um abraço.

Alguém que jamais brigue comigo sem motivo, mas que me chame sempre atenção quando estiver errado.

Alguém que ouça comigo a musica que eu adoro, mas que não seja hipócrita pra dizer que gostou só pra me agradar.

Alguém que ria das minhas bobagens e nunca me deixe com cara de idiota na frente dos seus amigos.

Alguém incapaz de fazer mal a uma mosca, mas extremamente capaz de enfrentar o mundo por minha causa.

Alguém que me ache bonito, interessante, mesmo com a velha farda do trabalho. E que, ainda assim, tenha orgulho de apresentar para as suas amigas como o seu homem.

Alguém para que possa oferecer poemas de amor, músicas românticas e que valoriza isso como uma incontestável prova de carinho e reciprocidade.

Alguém que goste de chocolate, sorvete, cinema e poesia.

Alguém que goste de Jorge Ben Jor, Fagner ou Djavan, mas que também saiba esbaldar-se numa noite louca, dançando a Dança do Creu na última velocidade…

Alguém que seja a minha amiga, amante e confidente.

Alguém com um jeitinho de menina, inocência de uma criança, mas atitude e relevância de uma mulher…

Enfim, alguém que tenha personalidade própria a ponto de não se submeter a qualquer relacionamento, mas que saiba respeitar, envolver-se e compartilhar com a pessoa que estar ao seu lado, aprendendo e ensinando a cada dia.

Meu-postador
%d blogueiros gostam disto: