Anúncios

Contigo eu fico

anigifas

Com seus criados vermes…
Aqui mesmo eu hei de repousar para todo o sempre.
É libertar da maldição dos astros a carne exausta
Olhos. Um último olhar…
Braços. Um último abraço…
É vós o lábios, portal do alento
Selai com este beijo o pacto eterno com a morte insaciável.
Venha meu caminho amargo
Venha insonso guia
Piloto insano atira neste instante
Contra as rochas a barca desgastada
Um brinde ao meu amor.”

William Shakespeare

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: